Foto: Editor.

 

 

As grandes aglomerações urbanas ou metrópoles são conseqüências da revolução industrial e do êxodo rural, que fizeram com que enormes contingentes da população se transferissem para as grandes cidades em busca de emprego, moradia e acesso a serviços ali concentrados.

Esse grande fluxo aumentou o processo de urbanização e grandes transformações trouxe para a organização do território dos países. Não existem mais fronteiras entre municípios nas grandes cidades. Algumas estão tão adensadas, que seus limites extrapolaram os limites com os municípios vizinhos, numa enorme conurbação, criando um grave problema político-institucional: o de administrar uma grande metrópole, dividida de forma artificial  em unidades  independentes de poder.

O objetivo desse site é estudar a região metropolitana de Belo Horizonte, que concentra um quarto da população do estado de Minas Gerais e um terço do seu Produto Interno Bruto - PIB, apresentando a origem dos municípios, seu desenvolvimento e evolução.

 

Boa leitura!

 

João Batista de Souza

Editor.